Sobre o programa

A proposta do PPG-CR representa uma iniciativa que nasceu em 2012 na Faculdade de Ceilândia/UnB, em consonância com o Plano de Desenvolvimento Instucional (PDI) da UnB, que prevê a ampliação de cursos stricto sensu em nível de mestrado e doutorado, no intuito de aumentar o número de egressos com formação para exercer a carreira docente e de pesquisador.

Com a sua aprovação na CAPES em 2014 e início das atividades em 2015, o PPG-CR representa o primeiro curso de Ciências da Reabilitação da Área 21 na Região Centro-Oeste, e tem por objetivo promover a qualificação de recursos humanos aptos a desenvolver atividades de ensino e pesquisa, e disseminar a prática clínica baseada em evidências científicas no contexto das Ciências da Reabilitação, especialmente na região Centro-Oeste do país.

Vale salientar que o PPG-CR atende também uma demanda de descentralização da pesquisa para o desenvolvimento local e da região Centro-Oeste, e foi concebido de modo coletivo, levando em conta não só os aspectos apontados pela conjuntura local. A proposta do programa vai ao encontro das políticas de expansão dos cursos de pós-graduação da área 21 da CAPES em regiões com demandas reprimidas, especialmente a região Centro-Oeste. Além da demanda reprimida de profissionais que buscam a qualificação, é possível destacar uma escassez de profissionais com o perfil de formação do egresso desejado pelo PPG-CR, o que remonta para uma importante inserção no contexto do desenvolvimento nacional da pós-graduação brasileira, especialmente na área 21 da CAPES.

O PPG-CR possui uma área de concentração, denominada “Fundamentos da Avaliação e Intervenção em Reabilitação”, que por sua vez é composta por três linhas de pesquisa: 1) Processos Biológicos Aplicados à Estrutura, Função e Reabilitação; 2) Aspectos Biomecânicos e Funcionais Associados à Prevenção, Desempenho e Reabilitação e 3) Tecnologias Assistivas Associadas ao Processo de Reabilitação.

O corpo docente do PPG-CR é composto por professores alocados na Faculdade de Ceilândia (FCE/UnB) e Faculdade de Educação Física (FEF/UnB). A interação técnico-científica entre os docentes da Faculdade de Ceilândia e da Faculdade de Educação Física têm gerado frutos importantes para o desenvolvimento da pesquisa e pós-graduação da UnB e área 21. As parcerias, hoje consolidadas, resultaram na criação de projetos de pesquisa conjuntos, incluindo a submissão de propostas em editais de fomento, nos quais docentes da FCE e FEF atuam como colaboradores e membros da equipe de execução, o que demonstra uma importante interação.

Os docentes que estão vinculados às linhas de pesquisa do PPG-CR possuem relações científicas e de cooperação perante grupos de pesquisa de outras instituições brasileiras e internacionais. Tais relações proporcionam parcerias imprescindíveis para manter uma constante troca de informações científicas, além de favorecer o intercâmbio de alunos e professores do programa.

As disciplinas do PPG-CR estão estruturadas dentro do eixo da área de concentração, sendo a formação didático-pedagógica e científica composta por três disciplinas obrigatórias (10 créditos). Os estudantes regularmente matriculados deverão cursar, além das disciplinas obrigatórias, disciplinas optativas do currículo do PPG-CR ou as disciplinas de domínio conexo, que são oferecidas por outros programas de Pós-Graduação da UnB.

Em relação à sua infraestrutura, o PPG-CR dispõe de 13 laboratórios de pesquisa que possuem equipamentos de última geração, os quais propiciam o desenvolvimento de uma vasta gama de projetos de pesquisa relacionados às linhas de pesquisa e área de concentração.